Coimbra, menina e moça

Voltar à música de Coimbra, para mim, é como deixar o mundo à sua realidade, fugir um pouco ao dia-a-dia e rever as paisagens tão lindamente ásperas da Beira Alta, vá-se lá saber por que razão associo sempre a canção de Coimbra às minhas visitas à terra da minha mãe, lá na região de Vouzela e São Pedro do Sul.

Em termos de execução à viola, a canção coimbrã apresenta algumas diferenças com o fado de Lisboa. Poderá ver, logo na introdução, como é o toque, que tem um ar de arpégio. As indicações aqui expressas são mais uma aproximação do que uma realidade absoluta.

Dentro de dias, tentarei adicionar uns vídeos feitos por mim (ainda por fazer), para acompanhar as indicações dos fados que aqui coloco. Já são muitos os pedidos.

Aqui vai o vídeo:

Apontamentos prévios:

  • Recomenda-se a execução do acorde de G assim: 355433, e não em 320033.
  • O acorde de D7 faz-se assim : x5453x.

Nota habitual :
São assinalados (entre parênteses) por a, b, c, etc., os esquemas de transição mais comuns. Esses esquemas são representados mais abaixo neste artigo (clique na imagem para ampliar). Quando várias letras aparecem, “(a,b)” por exemplo, significa que o tocador pode utilizar qualquer uma das passagens (a) e (b). Agradeço todos os comentários e correcções: lembro que sou apenas um amador que toca fado para divertimento pessoal.

Introdução : G Bm Am Cm G D G (ver mais abaixo a introdução completa)

G               Bm          Am (b)
Coimbra menina e moça
D                D7            G (c, d)
Rouxinol de Bernardim
G                Bm          Am
Coimbra menina e moça
D             D7               G (e) Bm F7 E7
Rouxinol de Bernardim

.      E7                         Am (f)
Não há terra como a nossa
D7                                G (e) Bm F7
Não há no mundo outra assim.
.     E7                           Am (f)
Não há terra como a nossa
D7                               G
Não há no mundo outra assim.

Instrumental: G – Bm – Am – Cm – G – D – G (como introdução)

Coimbra é de Portugal
Como a flor é do jardim
Coimbra é de Portugal
Como a flor é do jardim

Como a estrela do céu
Como a saudade é de mim.
Como a estrela do céu
Como a saudade é de mim.

Esquemas de transição (clique para ampliar)

Esta entrada foi publicada em A Canção de Coimbra. ligação permanente.

2 respostas a Coimbra, menina e moça

  1. victor morgado diz:

    caro amigo . quse que esta la, mas nota-se que toca lisboa, , falta os bordoes das notas, graves, e nota-se algumas batidas tipo lisboa, essa gravacao e antiga, hoje dasse mais andamento ao fado, mas a ideia esta correcta e quase perfeita,

  2. costareis diz:

    A colocação da pauta, por exemplo em PDF, neste site julgo que seria ouro sobre azul se alguém a quisesse disponibilizar, mas também não sei se isso colide com direitos de autor

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s