Fado Corrido

O Fado Corrido é também um dos mais antigos, juntamente com o Menor e o Mouraria. Tem apenas dois acordes, mas não é assim tão fácil como parece, pois precisamos de alguma agilidade na mão esquerda para efectuarmos os esquemas de transição.

Neste exemplo, vamos utilizar a famosa letra da autoria de Linhares Barbosa, É tão bom ser pequenino, em tom de sol. (Podia-se utilizar também Colchetes de oiro, de Hermano da Câmara, que é baseado num Fado Corrido, ou ainda Pelas ruas da cidade e Lenda das rosas, ambos cantados por José Pracana.)

Vídeo para exercício:

Apontamentos prévios:

  • Aconselha-se a execução do D7 assim : (5)5453x.

Nota habitual :
São assinalados (entre parênteses) por a, b, c, etc., os esquemas de transição mais comuns. Esses esquemas são representados mais abaixo neste artigo (clique na imagem para ampliar). Agradeço todos os comentários e correcções: lembro que sou apenas um amador que toca fado para divertimento pessoal.

Introdução : G – D7 – G

G                         (a,d) D7
É tão bom ser pequenino,
.                             (b,c) G
ter pai, ter mãe, ter avós
.                            (a,d) D7
Ter esperança no destino
.                           (b,c) G
e ter quem goste de nós

Vem cá José Manuel,
dás-me a graciosa ideia
De Jesus da Galileia,
a traquinar no vergel

És moreninho de pele,
como foi o Deus menino
Tens o mesmo olhar divino,
ai que saudades eu tenho

Em não ser do teu tamanho,
é tão bom ser pequenino
Os teus dedos delicados,
nessas tuas mãos inquietas

Lembram-me dez borboletas,
a voejar nos silvados
E como tu sem cuidados,
também já corri veloz

Vem cá falemos a sós,
dum caso sentimental
Quero dizer-te o que vale,
ter pai, ter mãe, ter avós

Ter avós afirmo-te eu,
perdoa as imagens minhas
É ter relíquias velhinhas,
e ter mãe é ter o céu

Ter pai assim como o teu,
te dá o pão e o ensino
É ter sempre o sol a pino,
e o luar como rouxinóis

Triunfar como os heróis,
e ter esperança no destino
Tu sabes o que é esperança,
o sonho, a ilusão, a fé

Sabes lá o que isso é,
minha inocente criança
Tu és fonte na pujança,
teu rio que chegou à foz

Eu sou ante tu após,
que saudades, que saudades
A gente a fazer maldades,
e ter quem goste de nós.

Esquemas de transição mais comuns:

Fado Corrido

Esta entrada foi publicada em O Fado de Lisboa. ligação permanente.

2 respostas a Fado Corrido

  1. paulo diz:

    Seria bom com auxilio de um video.

  2. Abílio Rodrigues dos Reis diz:

    Estou a tentar aprender fado em guitarra acústica. Apenas faço os acordes. Será possível uma dica sobre as passagens entre os acordes. Desculpem a minha ignorância, mas para que não sabe!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s